{morangos}

moranguitos.jpg

 

Os povos antigos conheciam e utilizavam os morangos selvagens dos bosques, numa altura em que não existia qualquer cultura de morangos. Acabaria por surgir verdadeiramente (em França) no século XVIII com Amédée François Frézier, que trouxe grandes morangos do Chile e do Peru. Os morangos crescem em estado selvagem na América e na Ásia e ainda nas zonas submontanhosas da Europa Ocidental. Hoje em dia, existem mais de 600 variedades que diferem no tamanho, na textura, na cor, no sabor, e que têm as mais variadas utilizações.

Qualidades Alimentares e Terapêuticas
O morango constitui uma excelente fonte de vitamina C e uma boa fonte de silício (Si), de potássio (K) e de magnésio (Mg). É ainda uma excelente fonte de vitamina B9 (ácido fólico). Os morangos contêm um derivado salicílico que explica as suas virtudes curativas em casos de reumatismo e gota. Contém diversos açúcares (frutose e sobretudo levulose). Os seus sais minerais são ligeiramente laxativos e combinam-se com a acção celulósica das pequenas sementes que estimulam delicadamente os intestinos mais preguiçosos. Diz-se que os morangos varrem as toxinas.Os morangos são considerados diuréticos, laxativos, depurativos. São alcalinizantes do sangue e reforçam a imunidade natural.

Benefícios para a saúde


Morangos em caso de…
– Intestinos com tendência a prisão de ventre crónica, desinterias.
– Reumatismo, cálculos renais, gota, dores artríticas (utilizar o sumo).
– Estômagos demasiado quentes, demasiado biliosos.
– Febre tifóide (destruição do bacilo da tifóide, segundo Bertholet).
– Acne, herpes.
– Hipertensão.
– Rugas, manchas vermelhas,perda de tonicidade pele.
– Catarro pulmonar.

Contra-indicações
– Colite, diverticulose.
– O consumo de morangos pode provocar uma libertação de histamina no organismo, responsável por alergias em pessoas com maior predisposição (nomeadamente urticária).

Modo de consumo
Devem ser escolhidos de forma a serem homogeneamente vermelhos. Uma zona branca ou verde próximo do pedúnculo indica falta de sabor. Devem ser consumidos no princípio das refeições, sem açúcar. Os frutos que crescem em pleno campo têm mais vitamina C do que os que são cultivados em estufa. Deve ser consumido com prudência (possibilidade de reacção das glândulas sudoríparas: transpiração, vermelhões, erupções). Nunca adicionar açúcar aos morangos. Junte puré de amêndoa para obter uma mistura mais nutritiva, rica em ferro, fósforo e cálcio.

Conservação
Os morangos são muito perecíveis. Podem conservar-se alguns dias no frigorífico. Para uma conservação mais correcta, não devem ser lavados nem lhes deve ser cortado o pé.

Por: Jean Claude Rodet
Doutorado em Agronomia e Homeopatia, PhD em Meio-Ambiente

  1. No trackbacks yet.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: