Posts Tagged ‘ fazer ’

Oishiiiiii!

Ora bem, mesmo os mais azelhas na cozinha deixam agora de ter desculpa para não experimentar fazer sushi @ home! Com esta geringonça do século XXI, torna-se muito mais fácil fazer rolinhos simétricos e bem nivelados (digo isto porque já fiz sushi cá por casa e tenho a dizer que, muito embora estivessem agradáveis, tinham também ar de ter tido uma trombose…). Da Osko + Deichmann.

3084122_r10rz3084124_zpauc3084126_tenzu3084123_imocv3084125_0q2hz3084127_zlr433084133_kaews

Advertisements

Souffle de Queijo

Hoje fiz souffle para o jantar! Como nunca tinha feito, optei por uma receita simples e rápida, fiz as minhas próprias alterações … e o resultado foi um delicioso souffle de três queijos com cogumelos e uma saladinha leve com tomate, rúcula e sementes de sésamo.

* 4 pacotes pequenos de molho béchamel

* 5 ovos

* 80 Gr de mistura de 3 queijos ralados (Chedar, emmental e mozzarela, por exemplo)

* manteiga

* sal e pimenta

* cogumelos

Primeiro mistura-se numa tigela o molho béchamel, o queijo ralado, sal e pimenta a gosto. Adicionar ainda os cogumelos picadinhos e misturar bem.

Ligar o forno a 180ºC.

Depois abrir os ovos e separar as gemas das claras cuidadosamente.

Em seguida, adicionar as gemas ao preparado anterior, com suavidade.

Bater as claras em castelo (e neste ponto admito que as batedeiras automáticas foram realmente uma invenção de alguma mente brilhante deste mundo!) e adicionar uma pitadinha de sal.

Misturar as claras em castelo ao preparado anterior com o máximo cuidado e suavidade, de modo a evitar que as claras quebrem.

Untar bem a caçarola para souffle com manteiga, e deitar lá dentro o preparado anterior.

Levar ao forno a 180ºC durante 10 minutos. Passado este tempo, aumentar a temperatura do forno para 220ºC e deixar o souffle a cozinhar durante mais uns 30 minutos, de modo a que fique bem fofinho.

Depois é favor comer como se saboreasse o melhor manjar do mundo, porque fica mesmo bom =)

Aproveito para dizer que esta receita base de souffle está apta a qualquer souffle, e que conforme inventei os cogumelos, também se podem inventar outros ingredientes tais como fiambre, bacon, espinafres, frango, etc.

P.S.: Nunca em tempo algum e sob qualquer circunstância abram a porta do forno enquanto o souffle lá estiver a cozinhar. Senão assitem a um triste desabamento.

 

 

Twist me

Uma ideia interessante da Tetley: garrafinhas de chá portátil, para fazer e beber no momento. Talvez resulte …

Gelado de Margarita

 

Gelado de Margaritas … a receita, para quem quiser experimentar =D se for bom, avisem!

Design: reutilizável

A gastronomia japonesa é óptima para quem adora refeições leves e sabores diferentes; além disso, actualmente em Portugal parece estar na moda. Já se veêm workshops para aprender a fazer sushi, e eu mesma tenho um livro sobre cozinha japonesa. E se a toda esta atitude zen aliássemos um gesto amigo do ambiente? Foi essa a ideia de Keagan McCurdy.

Huuuummmmm … máquina de fazer gelados em casa. Da Cuisinart.

smoky eyes

Uma das tendências de maquilhagem que mais aprecio este ano (e posso garantir que não são muitas) são os smoky eyes. Mas, verdade seja dita, uns olhos bem esfumados não são fáceis de criar. Por isso decidi pesquisar e encontrei este vídeo, que penso que ajuda bastante nos pequenos detalhes a conseguir o esfumado perfeito.